Arquivo da tag: londres

Comunidades estrangeiras em Londres

Londres tem comunidades (bairros) de quase todos os países do mundo – para citar alguns: Franceses em South Kensington, Poloneses em Hammersmith, Brasileiros em Willesden Junction, Portugueses em Stockwell, quem vem de Bangladesh normalmente mora em Tower Hamlets, Indianos em Southall, Caribenhos em Brixton, Turcos em Stoke Newington/Dalston e Green Lane e claro os Chineses, na China Town. Generalizando claro.

foto blog

By Community Channel

Mas a comida nos restaurantes da cidade tem muita influência de outros  países e uma mistura incrivel de nacionalidades – veja aqui alguns exemplos: Chinatown e Soho Ao sul do fervor do Soho e ao Norte da Leicester Square, a Chinatown é uma area repleta de restaurantes Chineses e lojas de comidas servindo a grande população chinesa e os turistas que ali passam. Há uma variedade de restaurantes que oferecem as especialidades do pais, a maioria com preços razoáveis. Depois do jantar, atravesse a Shaftesbury Avenue em direção ao Soho para curtir a noite nos bares, alguns abertos até o dia seguinte pela manhã.

blog

By Wikipedia

Brick Lane and Shoreditch/Hoxton

Brick Lane – or ‘Banglatown’ – é o coracao da comunidade de Bangladesh em Londres. É ali que ficam localizados os “curry”, restaurantes que servem comida de Bangladesh ou da India. Seus funcionarios ficam em frente mostrando os cardápios e oferecendo sua melhor oferta, dispostos a conquistar clientes que passam pela rua. Decida com calma, já que há muitas opções. Você sabia que nem todas as receitas com curry são apimentadas? Mas, cuidado, algumas sao extremamente fortes!

Screenshot 2015-03-02 at 14.58.49

By Telegraph

Os Ingleses adotaram o curry como um de seus pratos preferidos – normalmente degustados com algumas cervejas. Depois do jantar caminhe por Shoreditch e Hoxton onde há bares e festas para agradar a todos os gostos. Shoreditch/Hoxton é conhecida por ser o local escolhido por artistas e criativos, que em sua maioria mudaram para os arredores de Stoke Newington. Esta area agora é conhecida pelas grande quantidade de empresas de tecnologia e agências de propaganda, mídia digital e designers. É a divisa com o centro financeiro de Londres atraindo muita gente durante a semana também. Outra opção aos finais de semana, é o Spitalfields Market, um mercado onde você encontra antiguidades, comidas, roupas, decoração, ou o Columbia Road Flower Market ambos nesta área.

Dalston/Stoke Newington

Esta área é muito conhecida pelos ótimos restaurantes de comida Turca e mais recentemente por ser uma área com agitada vida noturna, já que as opções em Hoxton and Shoreditch se espalharam para o leste da cidade. A fumaça ainda ferve na grelha e a comida é tão boa quanto 20 anos atrás. Há muita variedade de preços entre os restaurantes e muitos permitem que você traga a sua própria bebida, são os restaurantes (BYO – Bring Your Own ou traga a sua própria). As especialidades são sempre carne assada – carneiro ou frango – e um pão delicioso. A vida noturna local tem orgulho em mostrar seu lado alternativo e de vanguarda. Alguns reclamam que os preços aumentaram mas a área ainda é valorizada por manter um espírito jovem – lugares como o Dalston Superstore, mistura de bar, restaurante e balada – ainda são famosos e o bairro tem bares e clubes em todos os lugares.

blog foto

By Time Out

Se você está planejando mudar e vir morar em Londres, a rede social Room in the Moon e uma boa opcao porque lhe conecta com pessoas que estao mudando para uma mesma cidade ou país e você pode ainda fazer amigos e achar um local para morar mesmo antes de sair de casa.       Fonte: Room in the Moon

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Lady Dinah’s Emporium: o Café dos Gatos.

Lady Dinah’s Cat Emporium: o primeiro ‘cat cafe’ de Londres, onde os clientes podem desfrutar de uma xícara de café na companhia de vários felinos.

image (2)

E nós fomos lá para conferir!

image (9)Um lugar inusitado onde você  pode desfrutar de uma variedade de sanduíches, bolos, chás e cafés enquanto acaricia 11 gatinhos nomeados: Adamska, Artemis, Biscuit, Carbonnelle, Donnie, Indiana, Loki, Mue, Petra, Romeo e Wookie.

image (3)

Os cafés com gatos já são muito populares em Taiwan, China e Japão. O lugar é decorado em um estilo vintage com tema Vitoriano.

image (6)

Em uma cidade onde muitas pessoas vivem sozinhas em apartamentos apertados e que não permitem animais de estimação, fazer amigos felinos tornou-se terapia popular para pessoas solitárias ou ansiosas.

image (5)O café está localizado no leste de Londres, em Shoreditch. Para visitar o local é necessário fazer reservas on-line, e no dia da visita paga-se £6 para ficar por 90 minutos (esse valor é para que possam cuidar dos gatinhos).

image (8)Vale a pena conferir!

Para mais informações, visite Lady Dinah’s Cat Emporium website.

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

O diário de uma desabrigada em Londres

Tem alguém aí ainda?

Não estava dando para escrever ultimamente porque a vida de estudante em Londres no verão se resume a trabalhar, trabalhar e trabalhar pra juntar uma graninha para mais um semestre de universidade. Nos últimos 4 meses estagiei em uma gravadora importante aqui do Reino Unido e trabalhei em uma loja de roupas conhecida daqui. Estagio concluído, missão cumprida, tá na hora de contar pra vocês sobre mais uma luta que eu e muitos estudantes daqui enfrentam: a busca por um teto.

Tá, ok, o título do post foi meio exagerado mas o desespero tá grande aqui, viu! Basicamente, morei próximo a universidade durante os últimos 2 anos. Agora, porém, só tenho aulas uma vez por semana, por isso decidi morar mais próximo do centro. Achei gente pra pegar meu quarto em dois tempos, mas quem disse que eu acho quarto pra mim?

spareroom mapEsses são os quartos disponíveis em Londres. Por que então tá tão díficil arrumar acomodação?

A imobiliaria Savills UK fez uma pesquisa sobre o mercado no UK e chegou à conclusão de que, graças ao aumento de 45% no número de estudantes na Inglaterra entre 1999 e 2012 combinado com incentivos aos financiamentos de compra de casas “buy to let” (ou seja, “compre para alugar”), a idéia de alugar quartos para estudantes se tornou bastante atraente. Assim, naturalmente, muitos passaram a investir nesse mercado de residências estudantis, fazendo que tudo ficasse muito massificado. Ou seja, eles querem enfiar o máximo de estudantes num lugar só e, apesar de oferecem preços mais baixos, a qualidade da acomodação deixa muito a desejar. Por consequência, aquela família que comprou só uma casa, a decorou com móveis de qualidade e presta toda assistência aos seus inquilinos, ficou sem capacidade de competir com os investidores. E tudo isso significa que acomodação de qualidade em Londres ficou cara pra dedeu.

student-housing_2402882b

Fonte: Telegraph.co.uk

Casas para 5, 6, 7 pessoas… Mas sem sala, um banheiro para todo mundo e se estragar alguma coisa, nem vem!

Na prática, o que tudo isso que foi explicado ali em cima gerou foi uma concorrência acirrada no aluguel de acomodação de qualidade a preços mais em conta ou, como disse meu pai quando eu expliquei tudo isso pra ele, “concurso público pra ser inquilino”. Você vai até a casa, vê o quarto, ama tudo mas tem que impressionar os habitantes da casa para que eles te escolham entrem as outras 15 pessoas que já viram e amaram o quarto antes de você.

Como se tudo isso já não desse preguiça o suficiente, ainda tem os inúmeros golpes de falsos landlords que tentam tirar proveito desse difícil momento do mercado imobiliário para oferecer quartos no estilo bom-demais-pra-ser-verdade e passar a mão no dinheiro nos estudantes. Vejam esse exemplo real que aconteceu comigo ao contactar uma pessoa sobre um quarto:

screenshot-dub122 mail live com 2014-07-25 23-52-34E você achava que só brasileiro teria tamanha criatividade?

Mas eu não quero deixar ninguém desistimulado. A procura é árdua mas ainda tem muito landlord por aí que realmente se preocupa com o bem-estar de seus inquilinos. Existem também momentos de pico na oferta de quartos em Londres, nos meses de agosto e setembro, quando os estudantes estão se preparando para iniciar mais um ano letivo na universidade. É só ter paciência, um pouco de sorte e dois olhos bem abertos!

3 Comentários

Arquivado em Uncategorized

Londres: a mais visitada do mundo

Em 2013, a nossa amada Londres foi a cidade que mais recebeu visitantes no mundo, superando até a famosa Paris.

Olha o que o Bom Dia Brasil falou sobre o assunto na semana passada:

Clique na imagem para ver a reportagem do Bom Dia Brasil, na Globo.

Clique na imagem para ver a reportagem do Bom Dia Brasil, na Globo.

Olha, pessoalmente, eu conheço Londres e Paris e acho que o charme da capital francesa não chega nem aos pés da diversidade, beleza e cultura da capital britânica. E vocês, acham que Londres merece o título?

1 comentário

Arquivado em Uncategorized

Londres for FREE!

Em Londres, dinheiro não é desculpa pra ficar de fora dos melhores eventos culturais e museus do país. Aqui vão algumas dicas bacanas pra quer aproveitar a capital inglesa sem gastar muito:

1) Música grátis em Londres

Screenshot 2013-12-02 at 22.06.12

Esqueça de gastar dinheiro com festas e passeios caros  alguns dos melhores shows da capital londrina não custam um centavo. Os sites do Londonist e do Time Out são ótimos para encontrar evento que mais combina com você.

2) Museus grátis em Londres.

Screenshot 2013-12-02 at 22.54.04
Cultura não precisa custar o mundo. A grade maioria dos museus em Londres são de graça! Se história é a sua praia, você não pode deixar de ir no British Museum, na National Portrait Gallery e na National Gallery. Se você é mais ligado em arte moderna, o Tate Modern é imperdível. Se sempre foi bom em ciência na escola, o Natural History Museum e o Science Museum estão coladinhos um no outro. Tem pra todos os gostos!

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Você tem que amar Londres!

You’ve got to Love London!

Esse é o título de um vídeo super criativo feito por um estudante em seus últimos dias estudando aqui em Londres!

1 comentário

Arquivado em Uncategorized

Tour: Covent Garden

Um must-see para qualquer turista em Londres, o distrito de Covent Garden abriga lojas de marcas famosas, cafés temáticos, museus e teatros – tudo isso no coração de Londres. Vamos dar um rolé por um dos bairros mais charmosos da cidade?

Foto: dextrasol via Flickr

Foto: dextrasol via Flickr

O nome “Covent Garden” vem do ano de 1200, quando a área era utilizada para as plantações da Catedral de Westminster. Na época, era conhecida como “the garden of the Abbey and Covent”, ou seja, os jardins da catedral e do convento. No ano de 1904, foi o aberto o mercado de frutas, chamado Jubille Market, que teve que ser relocado depois de 60 anos devido a problemas de congestionamento. Hoje, o prédio que antes abrigava as barracas de frutas, se tornou um grande centro de compras com mercados de artesanato e lojas de marca.

1466064_560365734045321_999046988_n

O Jubilee Market pronto para o Natal.

Apesar de estar cheíssimo nesta época do ano, com turistas e locais comprando os presentes de Natal, Covent Garden também é um ótimo destino para atrações culturais. A Royal Opera House  é casa de grandes espetáculos de ópera (com preços até em conta). Se você já prefere musicais como A Fantástica Fábrica de Chocolate, o seu lugar é o Teatro de Drury Lane. E para os fãs do ônibus de dois andares londrino, em Covent Garden também tem o maravilhoso London Transport Museum. Nele, você podee aprender sobre a história de uma das redes de transporte mais antigas do mundo e ainda entrar em ônibus e trens antigos.

1459685_560365774045317_2005650161_n

O London Transport Museum, em Covent Garden.

Para os fãs de literatura, Covent Garden também não decepciona. Dêem uma olhada, por exemplo, nesse café inspirado no escritor inglês da época vitoriana, Charles Dickens.

1466238_560365754045319_762070119_n

Charles Dickens Coffee House

Seja para uma merecida folga da vida de turista em dos seus restaurantes ou para um dia de música, literatura e história, Covent Garden é parada obrigatória na sua estadia em Londres.

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized